terça-feira, 5 de outubro de 2010

Boicote: Ucranianos Dizem Não às Vacinas

Achei essa notícia em um forum, já li  a respeito que escondem coisas nessas vacinas para que passem despercebidas pelas pessoas. Talves eles tenham pego uma vacina dessas e alguém que conheça bem o assunto tenha feito uma análise, seila.

"As últimas provas de que os temores de Zbigniew Brzezinski, de um "despertar global" tinham fundamento vêm na forma de um boicote da vacina na Ucrânia (veja vídeo em espanhol no fim deste post).

Veja abaixo o texto da reportagem da Associated Press, intitulada "Medo das Vacinas na Ucrânia ameaça a saúde"

"Centenas de milhares de temerosos ucranianos recusaram vacinas para doenças como a difteria, caxumba, poliomielite, hepatite B, tuberculose, coqueluche e outras neste ano, segundo estimativas oficiais. Autoridades cancelaram uma vacinação de sarampo apoiada pelas Nações Unidas e uma campanha de vacinação contra a rubéola financiado pelo filântropo americano Ted Turner, e terá de recolher e incinerar cerca de 9 milhões de doses não utilizadas nos próximos meses."

A Associated Press tenta, em seguida, sugerir que a mídia ucraniana enganou as pessoas de forma irresponsável:

"Os veículos de comunicação ucranianos são numerosos e sem censura, mas não seguem amplamente os padrões ocidentais de precisão e veracidade. Algumas publicaram em jornais impressos e também de forma on-line alegando após a morte de um menino que a vacina contra o sarampo e rubéola da Índia esterilizaria os homens como parte de um complô de Ted Turner, cuja fundação sediada em Washington e parte das Nações Unidas pagou as vacinas."

Aparentemente para a Associated Press, o conceito de padrões ocidentais de justiça e precisão é esconder o mantra malthusiano das elites globais de que "somos gente demais" ou a campanha eugênicas de mais de um século de esterilização, infectando, ou diretamente matando as massas."

Fontes:

Traducao
http://blog.antinovaordemmundial.com/?p=785
- MSNBC.com: Vaccine scare in Ukraine threatens health

Nenhum comentário:

Postar um comentário