sábado, 6 de novembro de 2010

Aeroporto espacial no deserto

Olá, li essa notícia em um blog, na verdade já é de algum tempo. Não vejo muita utilidade em construir um aeroporto espacial agora, isso só vai se tornar interessante quando for economicamente viável e quando for possível viajar para planetas próximos ( oque pode demorar anos na velocidade da luz) ¬¬ .

Primeiro aeroporto espacial privado está a nascer no meio do deserto do Novo México, nos EUA. Recebeu o adequado nome de Spaceport e será dele que vão descolar os voos turísticos para o espaço da Virgin Galatic. Irá custar 140 milhões de euros e só no próximo ano estará concluído. Porém, a primeira pista está pronta e foi ontem inaugurada.

O britânico Norman Foster foi o autor do edifício futurístico e ecológico, que nasce num ambiente inóspito que até faz lembrar a superfície lunar. A pista que já está pronta a receber as naves tem três quilómetros de comprimento e 60 metros de largura.

Este é mais um passo que o magnata Richard Branson dá rumo ao turismo espacial. O presidente e fundador da Virgin vai ser o responsável pelas viagens que poderão começar no final do próximo ano ou em 2012, mediante os resultados dos testes à nave.

A grande preocupação centra-se na segurança das naves a serem utilizadas. Em Outubro a SpaceShipTwo, com capacidade para seis passageiros e dois pilotos, conseguiu pela primeira vez voar e aterrar sem a ajuda da nave "mãe".

O turismo espacial promete tornar-se num grande negócio para Richard Branson. 370 pessoas já reservaram uma viagem, entre elas um português. Por 144 mil euros, os passageiros vão atingir uma altitude máxima de 110 quilómetros, o que lhes dará uma bela vista do planeta Terra, e têm direito a cinco minutos para aproveitar a falta de gravidade. A experiência irá durar cerca de duas horas e meia.

Porém, se se incluir a preparação, então os turistas terão quatro dias de vivências únicas. Ficarão instalados num hotel perto do aeroporto e terão um concurso de preparação de astronautas.

A primeira viagem está reservada para Richard Branson, os seus pais, filho e netos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário