quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Cidade abandonada

Achei em um forum um link desse blog, realmente o pessoal que comenta esse blog não gosta da região em que está a cidade pelo tipo dos comentarios deles, achei estranha a empolgação deles. O tópico fala de uma cidade que foi abandonada em 98 por motivos misteriosos, era uma espécie de colonia da união soviética em Svalbard ( segue o mapa). Segue texto abaixo.



Pyramiden foi durante mais de 80 anos a cidade com população fixa mais setentrional do mundo. Localizada na ilha norueguesa de Svalbard, na impressionante latitude de 79o, era propriedade de uma empresa russa de exploração carbonífera, onde junto com as vilas de Barentsberg e Grumant retirava de dentro das montanhas geladas do ártico o precioso carvão que aqueceu as casas das famílias russas durante várias décadas.




Pyramiden foi construída para ser um exemplo de como um modelo socialista poderia dar certo. Comida gratuita, cinemas, teatros, quadras poliesportivas, escolas e uma biblioteca com mais de 50.000 volumes eram alguns dos benefícios de seus milhares de habitantes durante sua época áurea.
 
Porém, como a maioria dos projetos subsidiados pelo Kremlim, o colapso do sistema soviético durante os anos 90 acabou por fechar a "Pérola do Ártico". Nada demais, se não fosse pela maneira com que ela foi desativada: Em uma manhã de 1998, foi dado o aviso repentino para que todos os trabalhadores fizessem as malas pois a ilha seria abandonada imediatamente.
 
 






Dizem que algumas coisas foram deixadas na cidade, como veículos de trabalho,salas, cinemas.


Versão não oficial


Mas alguns não acreditam na versão oficial da história, e insistem que Pyramiden foi evacuada pois era apenas uma "fachada" construída pelos russos para explorar um estranho portal que teria sido encontrado na ilha em 1928.

Uma foto bastante polêmica divulgada em 2009 mostra uma estranha construção parecidas com colméias no meio do gelo, que seriam os portões para uma cidade construída por uma civilização desconhecida.




No verso da foto, pode-se ler a seguinte inscrição (em russo):
"Nosso último e solene momento, antes de enterrarmos o portão e toda a verdade com ele. Pyramiden, Spitsbergen, 1928


Quais as razões para que os soviéticos enterrassem para sempre os portões encontrados em 1928 ? Oficialmente o nome da cidade seria devido ao formato de sua principal montanha. Seria este mesmo o motivo ?  


É óbvio que esta história parece ter muito mais de sensacionalismo do que fatos concretos, mas achei no mínimo um história bastante interessante

Apesar de Pyramiden ter sido evacuada, a  ilha de Svalbard continua com cerca de 1.700 habitantes fixos na cidade norueguesa de Longyearbyen, único ponto habitado da ilha que não foi comprado pela mesma empresa que cuidava de Pyramiden: a Soviet State Trust Arctikugol, que comprou 3 vilas carvoeiras no início dos anos 30 (por coincidência uma data bem próxima a 1928). Será que simples minas de carvão seriam motivos suficientes para que os soviéticos criassem uma empresa capitalista para adquirir 3 vilas em uma remota ilha pertencente a outro país ?   

Fonte forum de discussão.




 

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Descoberta formula da coca-cola ( pelo o que parece)

Um site anunciou a descoberta da formula antiga, eu conhecia uma história de que começou como um remédio para  má digestão na época que o cara saia vendendo naquelas carroças que iam de cidade em cidade. Pelos ingredientes parece um pouco.


http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2011/02/programa-de-radio-diz-ter-descoberto-receita-original-da-coca-cola.html

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Radiotelescópio com 13.000 antenas vai buscar outras Terras

Achei uma noticia nova, pelo que parece vão colocar antenas pelo mundo emitindo uma frequência e captando frequências numa faixa não muito usada por aqui, espero que esse sinal consiga viajar bem longe sem nenhuma barreira. E pelo jeito eles já conseguem captar imagens com ondas...


Múltiplas antenas da estação LWA-1, fotografadas ao pôr do sol. Cada antena tem cerca de 1,5 metro de altura e cerca de 2,7 metros na base. Os cientistas do grupo chamam o local de "campo dos sonhos dos astrônomos"
.
Seu nome é insosso e diz pouco: Long Wavelength Array, algo como estrutura de comprimentos de onda longos, em tradução livre.

Então é melhor chamá-lo pela sigla, LWA, e lembrar que esse radiotelescópio inusitado vai captar ondas de rádio provenientes de planetas fora do nosso Sistema Solar - os chamados exoplanetas, ou planetas extrassolares.

O LWA será uma nova ferramenta em busca de outras Terras, planetas eventualmente com possibilidades de abrigar vida.

E que ferramenta... quando pronto, o LWA terá 13.000 antenas, agrupadas em 53 estações, colocadas estrategicamente ao longo de uma área de 400 quilômetros de diâmetro, no estado do Novo México, nos Estados Unidos.

A primeira estação, com 256 antenas, começará a operar no próximo mês, rastreando o céu de horizonte a horizonte em uma ampla faixa de frequências.

Descobertas além da imaginação

Com tantas antenas, o radiotelescópio LWA produzirá imagens de alta resolução de uma região do céu centenas de vezes maior do que a Lua cheia. Além de exoplanetas, o telescópio deverá captar também uma série de outros fenômenos cósmicos.

"Nós estaremos olhando para 'relâmpagos celestes' ocasionais," conta Joseph Lazio, um radioastrônomo do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA. "Estes flashes podem ser qualquer coisa, de explosões na superfície de estrelas próximas, a morte de estrelas distantes, buracos negros explodindo, ou até mesmo as transmissões de outras civilizações." 

O LWA vai operar na faixa de frequências de rádio de 20 a 80 megahertz, correspondendo a comprimentos de onda de 3,8 a 15 metros. Estas frequências representam uma das últimas e mais mal exploradas regiões do espectro eletromagnético.
"Como a natureza é mais esperta do que nós, é bem possível que venhamos a descobrir algo sobre o que nem imaginamos," disse Lazio.
-
http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=radiotelescopio-antenas-buscar-outras-terras&id=010130110201